Back to search
Publication

Hanseníase: crenças e tabus de agentes comunitários de saúde

Abstract
Resumo Por meio da análise crítica do discurso, este artigo busca compreender na prática de agentes comunitários de saúde os discursos sobre a hanseníase/lepra, doença estigmatizada e envolta em saberes e práticas, tendo como premissa que esses profissionais incorporam representações preconcebidas ao trabalho. A pesquisa está estruturada de modo a familiarizar o leitor com os aspectos teóricos dessa análise e o percurso histórico dos profissionais na formação do discurso. Do corpus empírico emergiram as categorias: “comida reimosa: crenças e tabus alimentares”; “crenças e tabus relacionados ao álcool”; e “hanseníase, a doença que cai os pedaços”. Foi revelado que os agentes acreditam na existência de alimentos reimosos e na culpabilização do álcool para o prolongamento do tratamento e que ainda circula a concepção de que a doença faz cair pedaços do corpo da pessoa acometida. Os conhecimentos técnicos equivocados dos agentes podem estar relacionados à forma como se dá a educação permanente.

More information

Type
Journal Article
Author
Alencar OMD
Pereira TM
Heukelbach J
Barbosa JC
Cavalcante ASP
Silva MRFD
Year of Publication
2021
Journal
Revista Bioética
Volume
29
Issue
3
Number of Pages
606-614
Language
por, eng, spa
ISSN Number
1983-8034, 1983-8042
DOI
10.1590/1983-80422021293496
Publication Language
por, eng, spa