[Health professionals' and managers' perception of leprosy care within the family health strategy]

Printer-friendly versionSend by email
Title[Health professionals' and managers' perception of leprosy care within the family health strategy]
Publication TypeJournal Article
Translated TitlePercepção dos profissionais de saúde e gestores sobre a atenção em hanseníase na Estratégia Saúde da Família
Short TitleRBPS
AuthorsAndrade Girão Neta O, Maria Melo Soares Arruda G, Maria Barbosa de Carvalho M, Rosilene Magalhães Gadelha R
JournalRevista brasileira em promoção da saúde
Year of Publication2017
Volume30
Issue2
Pagination239-248
Publication Languageeng, por
KeywordsHealth Services, Leprosy, Primary Health Care
Abstract

Objective: To know health professionals’ and managers’ perception of leprosy care within the Family Health Strategy. Methods: Qualitative research conducted from July to August 2016 using semi-structured interviews with professionals with a higher education degree who work in reference Family Health teams and in the Family Health Support Center (Núcleo de apoio à Saúde da Família - NASF), as well as their respective coordinators in the city of Morada Nova, Ceará, Brazil. The data corpus was subjected to content analysis. Results: Leprosy care in the municipality is carried out in a centralized way under the responsibility of a single specialist and without the effective participation of the Family Health Strategy (FHS). Interprofessional collaboration does not occur and there are no formal spaces for dialogue and case discussion among the team members. The main challenges reported by the interviewees referred to the centralization of the service, the users’ adherence to the prevention and treatment activities carried out, and the lack of support from municipal management. Conclusion: This mode of organization of leprosy care impacts on several aspects of the work and care processes, negatively infl uencing the prevention, the surveillance and the monitoring of leprosy in the municipality, as well as favoring the hegemonic biomedical model and maintaining the critical epidemiological situation of the region. Further studies are required to correlate the mode of organization of leprosy care in the FHS with the epidemiological situation of the territories to foster care changes.

Translated Abstract

Objetivo: Conhecer a percepção dos profi ssionais de saúde e gestores sobre a atenção em hanseníase na Estratégia Saúde da Família. Métodos: Pesquisa de abordagem qualitativa realizada a partir de entrevistas semiestruturadas, no período de julho a agosto de 2016, junto aos profi ssionais de nível superior que atuam nas equipes de referência em Saúde da Família e Núcleo de apoio à Saúde da Família (NASF), assim como seus respectivos coordenadores na cidade de Morada Nova, Ceará, Brasil. O corpus de dados sofreu análise de conteúdo. Resultados: Evidenciou-se que a atenção em hanseníase no município é realizada de maneira centralizada sob a responsabilidade de um único profi ssional especialista e sem participação efetiva da Estratégia Saúde da Família (ESF). A colaboração interprofi ssional não se efetiva e não existem espaços formais para diálogo e discussão de caso entre a equipe. Os principais desafi os relatados pelos entrevistados foram com relação à centralização do serviço, à adesão dos usuários às atividades de prevenção e tratamento desenvolvidas, e à falta de apoio da gestão municipal. Conclusão: Identifi cou-se que esse modo de organização da atenção em hanseníase impacta em vários aspectos do processo de trabalho e cuidado, infl uenciando de maneira negativa a prevenção, a vigilância e o acompanhamento em hanseníase no município, bem como favorecendo o modelo biomédico hegemônico e mantendo a crítica situação epidemiológica da região. Sugere-se que estudos futuros correlacionem o modo de organização do cuidado em hanseníase na ESF com a situação epidemiológica dos territórios, subsidiando mudanças assistenciais.

DOI10.5020/1806123010.5020/18061230.2017.p239
Download PDFhttp://periodicos.unifor.br/RBPS/article/viewFile/6155/pdf_1